Na manhã deste sábado, dia 20 de junho, os trabalhadores da Luquita Com. de Acrílicos se mobilizaram em frente à empresa e acionaram o Sindicato a fim de buscar orientações sobre as demandas pendentes.

Diante de inúmeras queixas e denúncias quanto ao atraso no vale e não recolhimento do FGTS e INSS, além de outras demandas, o Sindicato já havia acionado o  departamento jurídico da empresa para que uma solução fosse tomada, inclusive, com a sinalização de uma conversa entre as partes na próxima semana.

Segundo os trabalhadores, além das demandas anteriores, somam-se a elas, a suspensão do convênio médico e uma indicação da retirada de material e produção já realizada, o que está gerando dúvidas quanto à continuidade da produção.

Os trabalhadores informaram também que um caminhão da unidade de Cajamar e dois carros estavam retirando materiais de dentro da empresa logo nas primeiras horas da manhã, o que gerou a mobilização entre eles e a solicitação de apoio do Sindicato.

Em conversa com os líderes sindicais – Antonio Cortez Morais, vice-presidente, os diretores Sérgio Vespasiano Tavares e Nelson Agostinho de Oliveira e o assessor sindical, Odiney Marinho –, os trabalhadores se mostraram preocupados com o futuro da empresa e estão apreensivos de que a empresa encerre as atividades sem o pagamento das verbas rescisórias.

Para indicações futuras e para que eles se certifiquem que os benefícios estão em dia, os diretores orientaram os trabalhadores a providenciarem o extrato analítico do FGTS na Caixa Econômica e o CNIS com extrato de contribuições na Agência da Previdência.

Na segunda-feira, dia 22,  o Sindiquímicos irá acompanhar a mobilização dos trabalhadores  na porta da empresa e procurar a direção da empresa para uma reunião em caráter de urgência para tratar do assunto.

A direção do Sindiquímicos se coloca à disposição dos trabalhadores. Favor procurar a Secretaria (2463-9062) e Jurídico (2463-9063).

Deixe um comentário