Prazo termina às 23h59; pagamento da taxa deve ser feito até o dia 10. Sistema registrou 6.750.000 inscritos às 10h e 7.331.000 às 16h de sexta.

A oito horas do fim do prazo, a edição 2015 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) ultrapassou a marca de 7 milhões de inscritos. Segundo balanço divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), às 16h desta sexta-feira (5), o sistema registrava cerca de 7.331.000 candidatos. O Ministério da Educação afirmou que o prazo não será prorrogado. Os candidatos têm até as 23h59 desta sexta para terminar o processo de inscrição no site do Enem.

O ritmo de inscritos nos últimos dois dias do prazo tem sido mais alto do que nos dias anteriores. Entre as 10h de quinta e 10h de sexta, quase um milhão de candidatos se inscreveram no sistema. Já entre as 10h e as 16h desta sexta, 581 mil pessoas finalizaram a pré-inscrição, numa média de 96 mil inscritos por hora. Para confirmar a inscrição, é preciso pagar a taxa de R$ 63 até o dia 10.

Caso o estudante tenha algum problema, ele deve ligar no 0800-616161. Segundo o serviço, os atendentes estarão disponíveis até a 0h de sábado (6).

Menos candidatos

Até agora, o ritmo de inscrições do Enem 2015 não superou o da edição passada. Em 2014, o exame teve um prazo de inscrição de 12 dias e chegou a ter 9.59.827 de candidatos pré-inscritos, e, após o prazo de pagamento da taxa, o número total de inscrições confirmadas foi de 8.721.946. No último dia de inscrições, o sistema recebeu pelo menos 1,3 milhão de novos candidatos.

Neste ano, também serão 12 dias de inscrições. Até as 10h de quinta-feira (4), quando completou dez dias inteiros aberto, o sistema registrava 5,8 milhões de candidatos. Em 2014, o sistema superou a marca de 6 milhões de inscritos cerca de 16 horas antes de completar dez dias no ar.

Neste ano, as inscrições do Enem abriram na segunda (25) e vão até 5 de junho. Há algumas novidades no processo de inscrição, principalmente em relação a medidas de segurança do sistema informatizado.

Veja abaixo todos os detalhes para se inscrever:

O que é preciso

O candidato precisa ter em mãos seu RG, o número do seu CPF e um endereço de e-mail pessoal. Neste ano, o mesmo endereço de e-mail não poderá ser usado em mais de uma inscrição no exame.

É necessário informar também um número válido de telefone fixo ou de celular.

Quanto custa

O Ministério da Educação aumentou o valor da taxa de inscrição para R$ 63. O aluno vai gerar um boleto bancário que deverá ser pago até o dia 10 de junho às 21h59 (horário de BrasÍlia).

O boleto bancário é criado na opção Gerar GRU. A página será aberta em uma outra janela, por isso é preciso habilitar a abertura de pop-ups no navegador.

Caso a taxa não seja paga, a inscrição do candidato será cancelada.

Quem pode fazer o exame de graça

Alunos da rede pública que cursam o 3° ano do ensino médio estão automaticamente isentos da taxa de inscrição.

Candidatos que comprovarem baixa renda também podem pedir isenção do pagamento ao final da inscrição. Após preencher o questionário socioeconômico, o estudante deve entrar na opção declarar carência. Nesse caso, é preciso conferir se o pedido foi aceito pelo Inep antes do fim do período de inscrições.

A partir desta edição, os candidatos isentos que não comparecerem nos dois dias de provas perderão o benefício para a próxima edição.

Fonte: G1

Deixe um comentário