Debate nesta terça reúne candidatos ao governo de São Paulo

By
Updated: setembro 13, 2022

São Paulo – O segundo debate televisivo entre os candidatos ao governo de São Paulo está marcado para esta terça-feira (13), às 22h. O encontro é organizado por TV CulturaFolha de S. Paulo e portal UOL. O primeiro foi realizado em 8 de agosto, promovido pela Band. O evento será realizado no Memorial da América Latina com os cinco candidatos mais bem colocados nas pesquisas de opinião: Fernando Haddad (PT), Tarcísio de Freitas (Republicanos), Rodrigo Garcia (PSDB), Elvis Cesar (PDT) e Vinicius Poit (Novo).

Programado para ter transmissão ao vivo, o debate terá três blocos. No primeiro, cada candidato responde a perguntas feitas por jornalistas. Na sequência, há o confronto entre os participantes, quando o candidato escolhe o adversário para questionar. Pelo sorteio, a ordem de perguntas será feita pelos seguintes candidatos: Vinícius Poit, Haddad, Elvis Cezar, Rodrigo Garcia e Tarcísio de Freitas.

 

Já no segundo bloco, jornalistas dos veículos que integram o pool perguntam aos candidatos e, em seguida, novamente haverá confronto direto entre os candidatos, seguindo a ordem: Rodrigo Garcia, Tarcísio de Freitas, Vinícius Poit, Elvis Cezar e Fernando Haddad. No último bloco, um jornalista pergunta a um determinado candidato e escolhe outro para comentar a resposta. Depois os candidatos fazem as considerações finais.

Líder nas pesquisas

Líder nas pesquisas eleitorais, o candidato do PT, Fernando Haddad, ao se preparar para o debate de hoje foi aconselhado a não atacar os adversários, mas sim a aguardar o momento certo para contra-atacar.

 

Pesquisa Ipec divulgada na última semana mostrou Haddad com 36% das intenções de voto, seguido por Tarcísio de Freitas (Republicanos), com 21%, e Rodrigo Garcia (PSDB), com 14%. Na avaliação da campanha petista, Tarcísio e Rodrigo disputam o mesmo eleitorado e, para se aproximar do petista na corrida eleitoral, devem realizar embates diretos no programa desta noite.

Sem confronto, mas reativo. Interlocutores defendem que o candidato aborde propostas, em especial o Bilhete Único Metropolitano, válido entre cidades da Grande São Paulo, e o aumento do salário mínimo no estado para R$ 1.580 —atualmente o valor é entre R$ 1.284 e R$ 1.306.

Na avaliação da campanha, isso será um contraponto ao fogo cruzado que é esperado entre Tarcísio e Rodrigo — que disputariam a mesma vaga no segundo turno contra o petista. Para a equipe, Haddad não deve tomar a iniciativa de alfinetar os adversários, mas sim de reagir apenas após ter sido provocado.


Com Brasil de Fato e UOL / Fotos Divulgação 

You must be logged in to post a comment Login