SindiQuímicos Guarulhos e CNTQ juntos com Centrais Sindicais em ato contra a carestia e os juros altos

By
Updated: junho 14, 2022

 

O Comitê de Política Monetária (Copom) pretende aumentar ainda mais a taxa de juros que já é a maior em uma lista de 40 países, e já teve 10 aumentos seguidos. A Selic saltou de 2% para 12,75% ao ano, é o maior nível desde 2017. A inflação oficial, medida pelo IPCA-IBGE, está acumulada em 11,73%. Se aprovado pelo Copom, os juros básicos atingirão o maior patamar em cinco anos e meio, 13,75%.  O Copom deve anunciar a manhã (15)  a nova taxa básica de juros.

 

A manifestação, em frente à sede do Banco Central na Paulista, promovida pelas centrais sindicais (Força Sindical, CUT, UGT, CTB, Nova Central), levaram ao ato dois carrinhos de pipoca para distribuir aos populares durante o ato, em forma de protesto diante de um governo que vem “pipocando” na solução dos problemas econômicos: juros altos, desemprego, fome, carestia, inflação, preço da gasolina e do diesel.

 

Antonio Silvan Oliveira, presidente do SindiQuímicos Guarulhos, e presidente da CNTQ, já vêm a tempos colocando em pauta essa política de juros abusivos que benéfica exclusivamente o sistema financeiro e castiga a população de menor poder aquisitivo. É importante salientar o quanto o Governo paga de Juros aos bancos.

 

 

 

You must be logged in to post a comment Login