Representantes do Conselho de Desenvolvimento Municipal de Guarulhos, o Codemgru visitaram a unidade fabril em Guarulhos da Fundação para o Remédio Popular -FURP

By
Updated: junho 4, 2021

No dia 1 de junho, representantes do Conselho de Desenvolvimento Municipal de Guarulhos, o Codemgru visitaram a unidade fabril em Guarulhos da Fundação para o Remédio Popular -FURP, autarquia do Governo do Estado de São Paulo. Vinculada à Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, ocupa posição estratégica nas políticas públicas de saúde, dedicando-se ao desenvolvimento, produção, distribuição e dispensação de produtos para melhoria da qualidade de vida da população.  A comitiva conheceu as instalações da indústria e conferiu o potencial de produção do complexo.

 

 

 

Sob a coordenação de Gilmar Godoy, representante da Asseag no Codemgru,  a comitiva formada pelos conselheiros do Codemgru e representantes da  sociedade civil, como Força Sindical, ASEC, Santa Casa conheceu as instalações da indústria e conferiu o potencial de produção do complexo. Segundo Devanildo Damião, coordenador do Codemgru,  o objetivo da visita era conhecer a estrutura e atestar a importância da instituição para a saúde pública do país e para o desenvolvimento econômico para o município de Guarulhos.

Com capacidade para fabricar cerca de 2 bilhões de medicamentos por ano, a Furp esteve entre as instituições cogitadas de serem privatizadas pelo governador João Doria.

Ao visitar as instalações da fábrica em Guarulhos, os conselheiros do Codemgru constataram que há décadas o governo do Estado não faz nenhum tipo de investimento e que há  ociosidade na produção. E que, mesmo em condições adversas, a Furp segue desenvolvendo estudos de viabilidade e produzindo medicamentos. Os visitantes ficaram impressionados com a estrutura da unidade, sobretudo do prédio 25 e foram unânimes em lamentar o descaso do governo estadual.

Manter a Furp em pleno desenvolvimento e garantir a manutenção dos postos de trabalho têm sido a luta travada há anos pelo Sindicato dos Químicos de Guarulhos e Região – SindiQuímicos Guarulhos. Para o presidente da entidade e conselheiro do Codemgru representando a Força Sindical, Antonio Silvan Oliveira, a visita da comitiva serviu para reiterar a importância da empresa para a cidade de Guarulhos e sobretudo, para a ciência, na produção de medicamentos e em pesquisa no Brasil. “Há décadas, nós do movimento sindical temos buscado formas de composiçãoo junto a diretoria da fundação para que a empresa  retome a produção ao patamar de uma das maiores indústrias farmacêuticas deste país”.

O Dr. Paulo Pardi,  da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Guarulhos e coordenador Clínico do Laboratório Escola de Análises Clinicas da Faculdade Anhanguera de Guarulhos, agradeceu a oportunidade em poder conhecer a empresa e reiterou a importância para a cidade de Guarulhos de ter, como ele mesmo qualificou, uma empresa do porte da Furp.

Ricardo França, representante da ASEC no Codemgru, enalteceu a estrutura do prédio 25 e diz ser possível buscar alternativas para que a empresa deixe a ociosidade e retome a sua pujança. “Temos e vamos buscar alternativas para mantermos a empresa em nossa cidade com plena capacidade produtiva”, diz.

Opinião compactuada por Godoy que disse estar feliz por conhecer a Furp. “A Furp dispõe de uma capacidade fabril e de profissionais gabaritados, de competência e de responsabilidade e que podem continuar o trabalho e retomar a sua grandiosidade na produção para abastecer Guarulhos, o Estado e até mesmo o Brasil”.

 

 

You must be logged in to post a comment Login