Sub-relatório da CPI da Furp recomenda inquérito contra Alckmin e Serra

By
Updated: outubro 29, 2019

Um dos três sub-relatórios preliminares da CPI da Fundação para o Remédio Popular (Furp), que investiga supostos recebimentos de propina na estatal paulista durante gestões do PSDB, recomenda que o Ministério Público Estadual de SP (MP-SP) investigue os ex-governadores José Serra (PSDB) e Geraldo Alckmin (PSDB) “por ação ou omissão”. Os sub-relatórios foram protocolados nesta terça-feira, 29, e serão condensados no relatório final do deputado Alex de Madureira (PSD), que deve ser apresentado na próxima terça-feira, 5. Madureira não precisa, obrigatoriamente, acolher as recomendações dos sub-relatores.

 

 

A sugestão de investigar Alckmin e Serra é de autoria da deputada Beth Sahão (PT). Ela recomenda que o MP-SP instaure inquérito para investigar a conduta dos agentes públicos e políticos que eventualmente causaram prejuízo à estatal de 2002 a 2019, “por ação ou omissão, aqui incluídos os ex-governadores e ex-secretários de Estado da saúde”, além de ex-integrantes da alta cúpula da Furp.

 

Já o sub-rolatório do deputado e agente federal Danilo Balas (PSL) sugere que o Ministério Público Estadual de São Paulo (MP-SP) denuncie, por falso testemunho, o ex-superintendente da estatal Flávio Francisco Vormittag e o ex-funcionário Ricardo Mahfuz por, supostamente, terem mentido na CPI e afirmado que não se conheciam. Balas também sugere que ambos sejam denunciados pelos crimes de corrupção passiva e improbidade administrava.

Como você já leu no BRP, a CPI da Furp é uma das comissões que desagradam os tucanos na Alesp, por investigarem irregularidades em gestões passadas do PSDB. Leia a íntegra dos sub-relatórios abaixo.

You must be logged in to post a comment Login