Campanha Salarial: Químicos na luta por aumento real

By
Updated: agosto 30, 2019

“Lutamos pela manutenção das conquistas, que são resultadas das batalhas travadas durante décadas pelo movimento Sindical e, por avanços no que entendemos ser primordial para o trabalhador e trabalhadora. Os desafios serão cada vez maiores, porém com unidade, perseverança e foco, vamos alcançar os resultados que necessitamos”,  Antonio Silvan Oliveira, presidente do SindiQuímicos Guarulhos e da CNTQ.

 

 

No dia 8 agosto, dirigentes da FEQUIMFAR (Federação dos Trabalhadores nas Indústrias Químicas e Farmacêuticas do Estado de São Paulo), SindiQuímicos Guarulhos e demais Sindicatos da categoria estiveram reunidos em Seminário de Negociação Coletiva do setor industrial químico, na Colônia de Férias dos Químicos, em Praia Grande/SP.
Na oportunidade, Daniel Ferrer, do DIEESE, fez um diagnóstico do desempenho setorial e um resumo dos principais indicadores da conjuntura econômica do país.
O evento deu início, oficialmente, à Campanha Salarial e Social dos 130 mil trabalhadores do setor Industrial Químico e Plástico no Estado de São Paulo, distribuídos nos segmentos químicos, plástico, petroquímicos, abrasivos, fertilizantes, cosméticos, tintas e vernizes, entre outros.
Ao fim do Seminário, dirigentes da FEQUIMFAR e Sindicatos filiados aprovaram uma pré-pauta de reivindicações que será levada às assembleias para avaliação e aprovação dos trabalhadores. Neste ano, mais uma vez, a luta será conjunta entre FEQUIMFAR/Força Sindical e FETQUIM/CUT. A data-base é de 1º de novembro.

 

 

SINDIQUÍMICOS GUARULHOS CONVOCA TRABALHADORES PARA ASSEMBLEIA DE AVALIAÇÃO E DELIBERAÇÃO DA PRÉ-PAUTA DE REIVINDICAÇÕES DOS QUÍMICOS E *PLÁSTICOS DE GUARULHOS

As Assembleias irão acontecer de forma itinerante, ou seja, nas empresas dos dias 27 de agosto a 11 de setembro, das 4h às 16h, nas portas de fábrica, sempre no início e final dos turnos de trabalho.

A direção do SindiQuímicos Guarulhos conclama a participação dos trabalhadores
Além das claúsulas econômicas, as discussões contemplam o custeio do trabalho sindical, o que assegura a continuidade das atividades em defesa do trabalhador, mantendo o patrimônio e a estrutura de forma a atender os trabalhadores e as suas famílias, principalmente, ao associado no que diz respeito ao lazer e ao trabalhador da categoria como um todo, assegurando a preservação e o respeito à CCT, o respeito ao trabalhador nas questões relacionadas à segurança no ambiente de trabalho, com renumerações adequadas, com avanços nas CCTs, no que diz respeito ao PLR e nos acordos individuais.
“O momento pede maior participação e mobilização dos trabalhadores para que nós, do Sindicato possamos ir para o debate, buscar os avanços via negociação”, reitera Silvan que recomenda que os trabalhadores assinem a lista de presença para confirmar que houve a conversa, manifestação e deliberação por parte de todos.

 

 

 

 *PLÁSTICOS DE GUARULHOS

Desde a assinatura da 1ª Convenção Coletiva do Trabalho – CCT do Setor Plástico de Guarulhos em 2016, SindiQuímicos e os representantes do Sindicato das Indústrias do Plástico de Guarulhos – Sindinplasgua vem compondo pautas da Convenção que prevêem a discussão das cláusulas sociais e econômicas. A data-base da categoria é em novembro e tem a vigência de um ano.

 

 

 
 

You must be logged in to post a comment Login