Químicos da Força vão lutar por aumento real nesta Campanha Salarial

By
Updated: agosto 9, 2019

“A Campanha Salarial e Social dos trabalhadores nos setores químicos, plásticos e fertilizantes da FEQUIMFAR já começou e elaborou a pré-pauta de reivindicações. Nossa luta é por reposição das perdas salariais, aumento real de 2%, Piso Salarial de R$ 1.800,00 e PLR mínima de dois pisos salariais.”

Hoje, dia 8 agosto, dirigentes da FEQUIMFAR (Federação dos Trabalhadores nas Indústrias Químicas e Farmacêuticas do Estado de São Paulo) e Sindicatos filiados estiveram reunidos em Seminário de Negociação Coletiva do setor industrial químico e plástico, na Colônia de Férias dos Químicos, em Praia Grande SP.

Na oportunidade, Daniel Ferrer, do DIEESE, fez um diagnóstico do desempenho setorial e um resumo dos principais indicadores da conjuntura econômica do país.

O evento deu início, oficialmente, à Campanha Salarial e Social dos 130 mil trabalhadores do setor industrial químico e plástico no Estado de São Paulo, distribuídos nos segmentos químicos, plástico, petroquímicos, abrasivos, fertilizantes, cosméticos, tintas e vernizes, entre outros.

Ao fim do Seminário, dirigentes da FEQUIMFAR e Sindicatos filiados aprovaram uma pré-pauta de reivindicações que será levada às assembleias para avaliação e aprovação dos trabalhadores.

 

Pré-Pauta de Reivindicação

– Reajuste salarial: Inflação (estimada em 3,16%) + 2% de aumento real
– Piso Salarial de R$ 1.800,00
– PLR no valor mínimo de 2 Pisos Salariais
– Piso do técnico químico de R$ 2.729,28

Próximas etapas

Até o dia 15 de setembro, dirigentes dos Sindicatos filiados, com apoio da FEQUIMFAR, CNTQ, Força Sindical e IndustriALL, realizarão assembleias em todo o estado de São Paulo para que os trabalhadores apreciem a pré-pauta de reivindicações.

Sendo aprovada pela categoria, a Pauta de Reivindicações será entregue ao setor patronal do CEAG 10, após assembleia na Federação, no dia 16 de setembro.

Neste ano, mais uma vez, a luta será conjunta entre FEQUIMFAR/Força Sindical e FETQUIM/CUT.

 

“Lutamos pela manutenção das conquistas, que são resultadas das batalhas travadas durante décadas pelo movimento Sindical e, por avanços no que entendemos ser primordial para o trabalhador e trabalhadora”. Os desafios serão cada vez maiores, porém com unidade, perseverança e foco, vamos alcançar os resultados que necessitamos! 
Antonio Silvan Oliveira, presidente do SindiQuímicos Guarulhos e da CNTQ.

 

You must be logged in to post a comment Login