Lideranças sindicais de Guarulhos se mobilizam contra reforma da Previdência

By
Updated: março 7, 2019

Sindicatos filiados à Força Sindical, CUT e demais centrais, em Guarulhos, se reuniram hoje (7) na Sede do SindiQuímicos Guarulhos para discutir mobilizações contra os ataques desferidos pelo governo federal, com retiradas de direitos conquistados e presentes na Previdência Social.

Os companheiros Barros (dos Metalúrgicos de Guarulhos) e Marrom (dos Condutores de Guarulhos) destacaram que a Reforma da Previdência tem como meta prejudicar os trabalhadores. Não é algo para beneficiar a população, como está sendo divulgado. É algo para aumentar, ainda mais, o volume de dinheiro nos bolsos e cofres dos especuladores, a quem o Orçamento da União de 2018 destinou R$ 1.065 trilhão a título de juros e amortização da dívida.

Vários estudos já comprovaram que a Previdência Social não dá prejuízo, pelo contrário ela registra superávit todo ano.  Segundo as lideranças sindicais de Guarulhos, as entidades não ficarão de braços cruzados contra os vários ataques desferidos pelo governo, visando prejudicar o trabalhador, responsável direto pelo progresso deste país ao derramar o seu suor nos diversos setores que contribuem para geração de riquezas.

 

É oportuno reforçar que as centrais sindicais e o conjunto do movimento sindical já convocaram, para o dia 22 de março próximo, o Dia Nacional de Lutas contra o fim das Aposentadorias e por uma Previdência Social Pública, quando serão realizados atos públicos, greves, paralisações e mobilizações contra o projeto da reforma da previdência do presidente Bolsonaro, um processo de mobilização crescente dos trabalhadores e da sociedade civil em defesa dos seus direitos sociais, econômicos, de aposentadoria e previdenciários.

You must be logged in to post a comment Login