Parente  não aguenta a pressão da sociedade brasileira e renuncia ao cargo

By
Updated: junho 1, 2018

Com a exigência imediata na mudança da política de reajuste de preço dos combustíveis pelos caminhoneiros, Pedro Parente cede a pressão e renuncia à presidência da Petrobras.

Pedro Parente estava literalmente a serviço dos principais acionistas da Petrobras, Sua missão era nítida, garantir a rentabilidade que eles queriam, para politicamente colocar o governo Michel Temer como um governo que recuperou a nível de mercado a credibilidade comercial da Petrobras. Só que a Petrobras não é uma empresa que foi instituída para auferir lucros para meia dúzia de investidores e especuladores no mercado financeiro.

Precisamos entender que, a Petrobras tem a importante função de fomentar o desenvolvimento do nosso país. Não podemos aceitar essa política capitalista que vem sendo adotada na Petrobras, e que beneficia uma gama de especuladores.

Precisamos ficar atentos aos passos do governo diante a queda do presidente da Petrobras; Somente a troca da direção da Petrobras, sem mudança efetiva na política de reajuste de preço, não será aceita pela sociedade organizada.  

Parabéns aos caminhoneiros que foram para estradas e aos movimentos sociais que a exigiram a queda do Pedro Parente.

A luta continua!

You must be logged in to post a comment Login