Químicos da Força Sindical e CUT constituem a Comissão Nacional de Negociação Coletiva com o grupo União Química

By
Updated: maio 21, 2018

Reunidos em São Paulo na sede dos Químicos de São Paulo, lideranças sindicais do setores Químico e Farmacêutico da Força Sindical e CUT formaram a Comissão Nacional de Negociação União Química.

 

Em virtude da vigência da nova legislação 13.467, a Comissão tem como objetivo fortalecer as Negociações Coletivas de Trabalho com o Grupo União Química que possui várias unidades espalhadas pelo País.
A necessidade de se ter uma Comissão de Negociação de âmbito nacional surgiu dos constantes problemas de relacionamento da parte da empresa com os Sindicatos locais e relação Capital X Trabalho.
A Comissão Nacional está preparada e capacitada para abrir negociação com a empresa de forma pacífica e diplomática.
Esperamos que a truculência exercida pela União Química contra os companheiros de Brasília em 2017, não seja a política de negociação adotada pela empresa. Entendemos que a negociação pautada em princípios pacíficos é o melhor caminho para o bem de todos os envolvidos, trabalhador, Sindicato e empresa.
Participam também da Comissão, as bases de Taboão da Serra, São Paulo, Guarulhos, Pouso Alegre Minas Gerais e Brasília.
Em breve a direção da União Química será notificada formalmente quanto a criação da Comissão Nacional de Negociação. A partir de agora a Comissão irá buscar construir soluções para os problemas que já atingem os trabalhadores do grupo União Química.
Esperamos que a empresa respeite a capacidade da Comissão Nacional de Negociação em tratar de todos os assuntos referentes aos contratos de trabalho, bem como a relação Capital X Trabalho existente.

You must be logged in to post a comment Login