Reflexões marcaram 1º de Maio

By
Updated: maio 1, 2018

A família SindiQuímicos comemorou o Dia do Trabalhador em seu Clube de Campo. Os sócios, dependentes e convidados, se divertiram ao som de Jô Mariano (Sertanejo e Forró) e Grupo Novo Sentido (Pagode). Os associados e familiares tiveram acesso à piscina, pedalinho, churrasqueiras, praça de alimentação, com barracas e quiosques de lanches, salgados, churrasco, doces e bebidas. Foram sorteados prêmios.

A festa foi prestigiada pelos companheiros Francisco Quintino, presidente do Sindicato dos Químicos de Rio Claro, que na ocasião também representou o presidente da Fequimfar, Serginho Leite e do diretor do Sindicato de Rio Claro, Aparecido Cardoso. Quintino fez questão de agradecer à diretoria do Sindiquímicos pela recepção, e parabenizou todos os trabalhadores pelo espaço conquistado. Quintino, também reafirmou a importância da luta do movimento sindical em meio a todo esse desmonte dos diretos dos trabalhadores, além de destacar o alto índice de desemprego que assola nosso País.

A diretoria do SindiQuímicos Guarulhos agradece a presença dos companheiros do sindicato dos Químicos de Rio Claro e região, também estende ressalta o apoio da Fequimfar, da Força Sindical/SP e CNTQ. E a todos os diretores, funcionários do Sindiquímicos e Clube de Campo, a Torre Forte Produções e Trôad Assessoria & Comunicação pelo empenho na realização desse importante evento.

 

 

Palavra do Presidente

Grandes desafios para trabalhadores e lideranças sindicais

 

Comemoramos mais um 1º de maio. Mas, infelizmente vários trabalhadores (as) sofrem sem o digno e necessário emprego que são vitais para sobrevivência de sua família.

Estamos em um momento de grandes desafios para a classe trabalhadora e suas lideranças sindicais.

A incompreensão dos próprios trabalhadores (as) em relação ao Imposto Sindical vai derrubar todas as conquistas que as lideranças Sindicais obtiveram com muita luta.

Cada trabalhador que abre mão de contribuir com o imposto sindical acaba fornecendo mais poder ao patrão. E esse poder, que você trabalhador dá ao patrão, resulta na desvalorização do seu salário, no fim dos benefícios que você por enquanto recebe, no fim da PLR, no seu direito a um adicional justo e muitas outras coisas que irão prejudicar você e sua família. Isso é fato, não é terrorismo como a mídia insiste em divulgar.

Quanto menos trabalhadores sindicalizados e contribuindo com imposto sindical, mas trabalhadores sem emprego ou trabalhando em situações análogas à escravidão.

Unidos podemos atravessar esse tenebroso momento que a Classe Trabalhadora vivencia.

É importante destacar que o atual governo, junto com seu Congresso Nacional, presenteou os opressores dos trabalhadores com a “Reforma Trabalhista” principalmente algumas empresas multinacionais.  Além disso, o Governo vem fortalecendo o sistema financeiro que lucra com juros exorbitantes no cartão de crédito, cheque especial, empréstimos, financiamentos e as taxas de serviços que são debitados contra sua vontade todos os meses.

Devemos filtrar tudo que o sistema de comunicação divulga, principalmente o sistema Globo de rádio e televisão e as mídias escritas como Jornais, Revistas sensacionalistas que tentam todos os dias influenciar os trabalhadores com notícias fabricadas a mando do Sistema financeiro que as mantém com suas publicidades.

As tentativas de manipulação também são feitas através das mídias sociais. Infelizmente muitos trabalhadores têm se deixando levar pelas mentiras que eles propagam pelas redes sociais. É importante que o trabalhador busque a verdade e não se torne uma marionete dos inimigos da classe trabalhadora.  O Sindicato é da Classe Trabalhadora, participe seja engajado com a causa.

Mais uma vez quero reafirmar a unidade e o compromisso da família química com sistema democrático que, reconquistado foi através da luta de muitos que deram suas vidas para que hoje pudéssemos ter direito e voz nesse País. Com esse entendimento e reconhecimento é que devemos identificar quem é a favor do povo trabalhador que luta dia a dia para sobreviver e fazer o Brasil crescer.

Somos nós homens e mulheres que temos o poder de escolher quem vai colocar essa locomotiva chamada Brasil nos trilhos. Somos nós que através do voto consciente retomaremos o respeito que nos é devido, e reconstruiremos o caminho para tornar esse projeto de inclusão vitorioso. Avante Classe Trabalhadora, nossa luta precisa continuar.

 

 

You must be logged in to post a comment Login