A quem serve a saída de Levy?

By
Updated: dezembro 19, 2015

Assina SilvanCai Joaquim Levy, ministro do governo Dilma Rousseff, que representava e defendia os bancos.
O atual cenário econômico é desolador, com banqueiros raspando os cofres do governo comprometendo assim, os programas sociais que atendem a população mais pobre.

Há muito tempo, os banqueiros se comportam como verdadeiros abutres, praticando juros abusivos e cumulativos, saqueando nossa população, formada por grande parte dos trabalhadores, que está há muito tempo sem salários, resultado de um modelo usado pelas empresas, com depósito direto na conta, possibilitando, que o banco seja o primeiro a ter acesso este crédito e receba os salários antes que os trabalhadores, trazendo assim, um prejuízo sem precedente.
A saída de Joaquim Levy é uma importante sinalização. Podemos dizer assim que foi uma ótima decisão, mas a partir de agora temos que acompanhar o comportamento do governo.

Temos que observar as próximas decisões para esclarecer se este favorecimento aos banqueiros está restrito ao ex-ministro Joaquim Levy, como sempre nos foi indicado, ou se a Sra. Dilma também se rendeu a eles e presta contas a estes saqueadores.

Revoltante ver estes bancos, que se apresentam para a sociedade brasileira, como entidades idôneas, com uma imagem positiva, com doações a campanhas sociais de grande relevância e com demonstrações de preocupação com o meio ambiente, quando na verdade, sabemos que eles estão lesando os trabalhadores deste país.
Chegou a hora da sociedade pressionar o governo e dar um basta nestes saqueadores que se apresentam como “comprometidos” empresários do sistema financeiro.

You must be logged in to post a comment Login